Prédio libanês conquista “Oscar da arquitetura mundial”

Edifício com paredes de concreto resistiu à explosão que destruiu a região portuária de Beirute, em 2020
1 de dezembro de 2021

Prédio libanês conquista “Oscar da arquitetura mundial”

Prédio libanês conquista “Oscar da arquitetura mundial” 1024 682 Cimento Itambé
Stone Garden: resiliência do edifício diante de uma explosão devastadora impressionou a comunidade internacional da engenharia civil e da arquitetura Crédito: Lina Ghotmeh Architecture

Stone Garden: resiliência do edifício diante de uma explosão devastadora impressionou a comunidade internacional da engenharia civil e da arquitetura
Crédito: Lina Ghotmeh Architecture

O Stone Garden, prédio residencial construído em Beirute-Líbano, ganhou o “Oscar da arquitetura mundial” de 2021 – o Dezeen Awards. O edifício, projetado pela arquiteta franco-libanesa Lina Ghotmeh, resistiu à forte explosão que destruiu parte de Beirute, em agosto de 2020. Construído com paredes de concreto, e revestido artesanalmente com uma espessa camada de argamassa, o edifício surpreendeu a comunidade internacional da construção civil por sua resistência ao impacto. 

O prédio está localizado a 1.500 metros do epicentro da explosão, que foi desencadeada pelas reações do nitrato de amônio que estava armazenado em um silo do porto da capital libanesa. O fato das estruturas do Stone Garden terem resistido ao forte impacto se devem a duas razões: o conceito arquitetônico, que criou um efeito aerodinâmico capaz de suportar o grande deslocamento de ar causado pela explosão, e as paredes de concreto construídas de forma quase artesanal 

Lina Ghotmeh inspirou-se em seu avô, que foi fabricante de concreto no Líbano e forneceu material para erguer casas e prédios no período de guerra civil no país (1975-1990). “Construir edifícios que ficassem em pé em meio às explosões era a principal prioridade naquela época”, diz a arquiteta, que no início de sua carreira também ajudou na reconstrução de várias edificações que ficaram em ruínas por causa dos bombardeios. Isso a fez tornar-se uma apaixonada pelo concreto armado. 

Projeto do edifício tem sido requisitado para exposições em museus especializados em arquitetura 

Dezeen Awards concedido ao Stone Garden foi na categoria projeto arquitetônico. Ao premiar a edificação, a comissão julgadora deu a seguinte definição: “É uma obra cheia de simbolismo, que reflete a resiliência do povo do Líbano”. O “Oscar da arquitetura mundial” também premia na categoria arquitetura de decoração e arquitetura sustentável. São levadas em consideração as obras concluídas um ano antes, ou seja, as que foram entregues em 2020. O prédio libanês ficou pronto em abril de 2020.  

Foram inscritos 1.551 projetos para a edição de 2021. Desses, 56 foram selecionados pela comissão julgadora, que reúne 25 importantes arquitetos com reconhecimento mundial. Antes mesmo de ser premiado, o Stone Garden já despertava a curiosidade de todo o universo da arquitetura. Recentemente, os projetos arquitetônico e estrutural do edifício foram mostrados na 17ª Exposição Internacional de Arquitetura – a La Bienal di Venezia. Agora, está agendada a exposição no Museu Nacional MAXXI, em Roma-Itália, e no Cooper Hewitt Smithsonian Design Museum, em Nova York-EUA. 

Em 2020, por causa do Stone Garden, Lina Ghotmeh já havia ganhado o prestigioso Schelling Foundation Architecture Prize. O prêmio é concedido a cada 2 anos para arquitetos que agregam inovação em seus projetos. Entre os profissionais que já foram contemplados com essa honraria estão Diébédo Francis Kéré, em 2014; Anne Lacaton & Jean-Philippe Vassal, em 2006; Kazuyo Sejima, em 2000, e Zaha Hadid, em 1994. 

Entrevistado
Comissão organizadora do Deezen Awards (via assessoria de imprensa)
Lina Ghotmeh Architecture (via assessoria de imprensa) 

Contatos
awards@dezeen.com
contact@linaghotmeh.com 

Jornalista responsável:
Altair Santos MTB 2330

1 de dezembro de 2021

VEJA TAMBÉM NO MASSA CINZENTA

MANTENHA-SE ATUALIZADO COM O MERCADO

Cadastre-se no Massa Cinzenta e receba o informativo semanal sobre o mercado da construção civil