Altair Santos deixa um legado de talento e amizade inesquecível

Ele não só foi um dos mais talentosos, mas também um dos mais queridos jornalistas do Paraná
2 de fevereiro de 2022

Altair Santos deixa um legado de talento e amizade inesquecível

Altair Santos deixa um legado de talento e amizade inesquecível 970 550 Cimento Itambé
Altair Santos participa do programa esportivo da 98 FM, em 2012. Foto: Marco André Lima

Durante onze anos Altair Santos foi a voz da Itambé no portal Massa Cinzenta. A trajetória do jornalista junto à nossa empresa começou como um edifício prestes a ser erguido: seu talento com as palavras permitiu que a base começasse sólida, e tão logo cresceu, se desenvolveu, e em pouco tempo já estava colaborando para o conhecimento de milhares de pessoas sobre o mundo da engenharia e construção civil. Há uma semana perdemos um excelente profissional e, acima de tudo, um grande amigo

Altair tinha 58 anos e era apaixonado por esportes, principalmente por futebol. Além de parceiro da Itambé, foi por anos coordenador da área esportiva do jornal Tribuna do Paraná, onde integrou uma equipe dedicada cem por cento ao tema. Ele também trabalhou no jornal Estado do Paraná, foi colaborador da revista Placar, da Gazeta Esportiva, do portal Pele.net e, junto com Armindo Berri, criou o site Futebol PR. Em todos veículos, sempre produzindo matérias de grande impacto, que elevaram o futebol paranaense a reconhecimento nacional. Fora o grande talento, Altair era visto no âmbito pessoal como uma pessoa tranquila, paciente e bastante centrada.  

O jornalista Ricardo Brejinski, editor do UmDois Esportes, trabalhou com Altair e relembrou como o profissional foi importante para sua carreira. “Altair foi meu primeiro chefe quando cheguei na Tribuna. Primeiro para cobrir férias. Neste período, tive uma outra proposta de trabalho e não iria seguir. Ele, junto com Armindo Berri, insistiu para que eu continuasse, aceitou mudanças de horários para que pudesse conciliar as duas coisas e, pouco tempo depois, me contratou em definitivo no jornal. Foi quem me deu a primeira oportunidade como editor. Foram pouco mais de dois anos trabalhando juntos e me ensinou muita coisa”.

Também ex-coordenador de esportes da Tribuna e atual coordenador do GE, o jornalista Cristian Toledo compartilhou com os portais de notícias um pouco do ensinamento que o Altair deixou – “O Altair foi um grande repórter, mesmo no período em que ocupou cargos de chefia. E deixa essa mensagem pra gente, de que nunca podemos nos afastar da essência do jornalismo, que é a reportagem”.

Nós, equipe Itambé, aprendemos muito durante esses anos trabalhando com o Altair. Uma pessoa querida, de caráter inquestionável, e que já está fazendo muita falta em nossos corações

Depoimentos
Ricardo Brejinski e Cristian Toledo

Fonte
Redação Tribuna do Paraná

2 de fevereiro de 2022

VEJA TAMBÉM NO MASSA CINZENTA

MANTENHA-SE ATUALIZADO COM O MERCADO

Cadastre-se no Massa Cinzenta e receba o informativo semanal sobre o mercado da construção civil