Norma-mãe do concreto, ABNT NBR 6118 entra em revisão

ABECE está à frente do processo de atualização, que já recebeu mais de uma centena de sugestões de aprimoramento

Norma-mãe do concreto, ABNT NBR 6118 entra em revisão

Norma-mãe do concreto, ABNT NBR 6118 entra em revisão 1024 576 Cimento Itambé
ABNT NBR 6118 é considerada a norma-mãe do concreto, por sua forte influência em projetos e obras. Crédito: Banco de Imagens

ABNT NBR 6118 é considerada a norma-mãe do concreto, por sua forte influência em projetos e obras.
Crédito: Banco de Imagens

No dia 10 de outubro de 2019 foi reativada a Comissão de Estudo de Estruturas de Concreto – Projeto e Execução (CE-002:124.115) do Comitê Brasileiro da Construção Civil (ABNT/CB-02). O objetivo do grupo é encaminhar o processo de revisão da ABNT NBR 6118 (Projeto de Estruturas de Concreto – Procedimentos). Depois de receber mais de uma centena de sugestões, e de reativar a comissão, o trabalho de revisão deve se estender ao longo de 2020.

Conhecida como norma-mãe do concreto, a 6118 teve sua mais recente revisão em 2014. Em seguida, conquistou o padrão internacional pela ISO/TC71, por atender aos requisitos da ISO 19338 – Performance and assessment requirements for design standards on structural concrete. O documento estabelece os parâmetros mundialmente aceitos para as normas de projeto de concreto estrutural, conferindo à ABNT NBR 6118 a possibilidade de ser aceita em outros países. 

A ABECE (Associação Brasileira de Engenharia e Consultoria Estrutural) está à frente do processo de revisão da norma-mãe. Os engenheiros civis Suely Bacchereti Bueno, diretora de normas técnicas da ABECE e coordenadora da comissão, e Alio Kimura, diretor-adjunto de normas técnicas da ABECE e secretário da comissão, explicam na entrevista a seguir o que será atualizado na ABNT NBR 6118.

Suely Bacchereti Bueno: não há previsão para abranger novos tipos de concreto. Crédito: ABECE

Suely Bacchereti Bueno: não há previsão para abranger novos tipos de concreto.
Crédito: ABECE

A ABNT NBR 6118:2014 entrou em novo processo de revisão. Já se sabe quais os pontos que devem ser atualizados?
Ao longo de 2018, recebemos mais de 100 sugestões de melhorias em diversas partes do texto normativo. Estas sugestões foram apresentadas e discutidas, havendo um entendimento do que pode ser incorporado e sobre o que requer mais análise. A participação de profissionais de todo o Brasil nas sugestões vem se intensificando, à medida que se ampliam os recursos de reuniões remotas. Salientamos que a revisão da norma é aberta para todos. Todos podem contribuir para o aprimoramento e o aperfeiçoamento do texto, que muitas vezes leva a interpretações diversas. Expor pontos que geram dúvidas ou distorções na aplicação da norma, por parte dos usuários, já é uma importante contribuição.

A norma ganhará apenas atualizações ou terá partes novas para abranger novos tipos de concretos, como, por exemplo, os nanoestruturados e os de ultra-alta resistência?
Até o presente momento, não há previsão para abranger novos tipos de concreto. A introdução de um novo tópico tem que ser estudada e discutida com antecedência. É importante que tenha sido formatada e apresentada anteriormente. Agora, na reta final, é muito difícil introduzir temas como esses. 

“Trata-se de uma norma que necessita ser constantemente revisada, uma vez que a área de projetos de estruturas de concreto está em constante evolução.”

Como trata de estruturas de concreto, daria para dizer que a ABNT NBR 6118 precisa sempre estar em processo de atualização?
Sim, trata-se de uma norma que necessita ser constantemente revisada, uma vez que a área de projetos de estruturas de concreto está em constante evolução. O estudo sobre o comportamento das estruturas evolui no mundo todo. O Brasil acompanha esta evolução da pesquisa. Participamos de comitês em diversos organismos de normalização internacional e temos que manter nossas normas sempre atualizadas. 

A ABNT NBR 6118:2014 possui padrão internacional por atender aos requisitos da ISO 19338. A revisão causa alguma alteração nessa certificação?
Sim, após a publicação pela ABNT, a norma revisada precisará passar por uma revalidação na ISO.

Alio Kimura: expectativa é que o texto seja publicado no início de 2021 ou final de 2020. Crédito: ABECE

Alio Kimura: expectativa é que o texto seja publicado no início de 2021 ou final de 2020.
Crédito: ABECE

Com relação à verificação do projeto, isso será reforçado na nova revisão?
O texto sobre a verificação de projetos existe desde 2003. Ele foi um pouco alterado na edição de 2014. Dentre as sugestões recebidas em 2018, algumas tratam deste assunto, e teremos que debatê-las.

Como se encontram os trabalhos da comissão que fará a revisão da norma e quantos engenheiros participam dela?
As reuniões em 2018 foram realizadas dentro do âmbito do comitê IBRACON/ABECE CT-301. Há poucos meses, conseguimos reativar a comissão CE-02:124.15 na ABNT. Então, de agora em diante, as reuniões estarão dentro do âmbito da ABNT. Usualmente, o grupo de engenheiros participantes não é elevado. Gostaríamos que fosse maior. 

O trabalho de revisão deve se estender ao longo de 2020?
Sim, deve se estender durante todo o ano de 2020.

Qual a expectativa de data para que o texto revisado da ABNT NBR 6118 seja publicado?
A expectativa é que o texto seja publicado no início de 2021 ou final de 2020. 

Entrevistados
Engenheiros civis Suely Bacchereti Bueno, diretora de normas técnicas da ABECE e coordenadora da comissão (CE-002:124.115), e Alio Kimura, diretor-adjunto de normas técnicas da ABECE e secretário da comissão

Contato
abece@abece.com.br

 

Jornalista responsável: Altair Santos MTB 2330

VEJA TAMBÉM NO MASSA CINZENTA

MANTENHA-SE ATUALIZADO COM O MERCADO

Cadastre-se no Massa Cinzenta e receba o informativo semanal sobre o mercado da construção civil