Conheça as 12 construções mais relevantes de 2017

    24 de maio de 2017

    Museu do Amanhã está na lista por causa das inovações na busca pela sustentabilidade, enquanto a Bélgica é o país com mais obras premiadas

    Por: Altair Santos

    Varsóvia ganhou o maior complexo corporativo da Polônia e ajudou a revitalizar parte da cidade

    Varsóvia ganhou o maior complexo corporativo da Polônia e ajudou a revitalizar parte da cidade

    O MIPIM Awards está para a arquitetura e a engenharia como o Festival de Cannes para o cinema. Coincidentemente, o evento anual acontece em Cannes, na França, e premia as melhores construções em 12 categorias: saúde, hotelaria, logística, prédio verde, prédio corporativo, retrofit, prédio residencial, centro comercial, reurbanização, obra futurista, cidade inteligente e prédio público. A premiação de 2017 ocorreu em março, escolhendo obras que foram concluídas em 2016. O Museu do Amanhã, construído na cidade do Rio de Janeiro, ganhou na categoria prédio verde.

    O empreendimento concorreu com a sede da Siemens, em Munique; o edifício residencial 119 Ebury Street, em Londres; e a fábrica da Värtan Bioenergy, em Estocolmo. Ganhou por causa das inovações na busca pela sustentabilidade, como os painéis solares que se movem para rastrear o movimento do sol e maximizar a absorção de energia. A coleta de água da chuva para reutilização e a canalização de água da Baía da Guanabara para abastecer o sistema de ar-condicionado do prédio também foram decisivos para a conquista do prêmio. O Museu do Amanhã economiza anualmente 9,6 milhões de litros de água e 2.400 megawatts (MW) de eletricidade – o suficiente para alimentar mais de 1.200 residências -, além de ser o primeiro museu brasileiro a receber a certificação LEED Gold.

    Centro de logística na Bélgica tem fachada verde que serpenteia o prédio e ajuda a equalizar a temperatura

    Centro de logística na Bélgica tem fachada verde que serpenteia o prédio e ajuda a equalizar a temperatura

    Nas categorias saúde, hotel e logística venceram o hospital psiquiátrico de Slagelse, na Dinamarca; o Maison Albar Hotel Paris Céline, que preservou uma casa de 1866, e o centro de logística da Nike, na Bélgica, cuja principal característica é uma fachada verde com comprimento de 1.300 metros, e que serpenteia a frente do prédio. Por dentro da estrutura passam os dutos do sistema de ar-condicionado do prédio, permitindo que a água irrigue as plantas e, ao mesmo tempo, mantenha equalizada a temperatura do edifício.

    Revitalização de áreas abandonadas
    A Polônia também foi contemplada com o MIPIM Awards, por causa do Varsóvia Spire, maior complexo de edificações corporativas do país. A obra foi premiada pela arquitetura – são três torres, uma com 220 metros e outras duas com 55 metros cada uma – e pela transformação que causou no centro de Varsóvia. Uma praça entre os três edifícios, com bares, restaurantes e lojas, modernizou a região. Impacto semelhante causou a revitalização de um conjunto de prédios no chamado centro velho de Bruxelas, na Bélgica. Os prédios dos anos 1960 eram repartições públicas do governo belga e foram transformadas em 134 modernos escritórios.

    Museu do Amanhã: prédio economiza 9,6 milhões de litros de água e 2.400 megawatts (MW) anualmente

    Museu do Amanhã: prédio economiza 9,6 milhões de litros de água e 2.400 megawatts (MW) anualmente

    A Bélgica foi o país mais premiado. Ganhou três MIPIM Awards, incluindo o de reurbanização. A obra ocorreu em um espaço de 100 mil m² na região de Flandres, antes ocupado por uma mina de carvão, e que foi transformado em um complexo de edifícios residenciais e centro comercial. Já o prêmio de prédio residencial ficou com a SmartHoming GmbH. Trata-se de seis edifícios na região metropolitana de Berlim, que se aproveitam de várias tecnologias de sustentabilidade. Além disso, carros são proibidos de circular no condomínio. Completam a série de 12 premiações, o centro comercial Victoria Gate, em Leeds, na Inglaterra; o projeto futurista do World Trade Center chinês, em Pequim, e a Biblioteca Estadual de Beyazit, na Turquia.

     

    Clique aqui e saiba mais sobre as obras premiadas no MIPIM Awards!

     

    Entrevistado
    Comitê organizador do MIPIM Awards (via assessoria de comunicação)

    Contato
    mipim@ing-media.com

    Crédito Fotos: Divulgação

    Jornalista responsável: Altair Santos MTB 2330
    VEJA TAMBÉM NO MASSA CINZENTA

    MANTENHA-SE ATUALIZADO COM O MERCADO

    Cadastre-se no Massa Cinzenta e receba o informativo semanal sobre o mercado da construção civil